Como curar os quatro medos básicos da existência

Autocuidado





Todo Ser Humano tem quatro medos básicos para curar na vida.

Esse trabalho evolutivo consciente começa mediante escolhas para se autocompreender.


Eu aprendi sobre eles, à medida que fui mergulhando dentro de mim, me aprofundando no autoconhecimento, pois os medos estão tão integrados na vida automática que nem percebemos o quanto nos afeta internamente.


Descrevo abaixo os medos básicos do Ser Humano e as formas que estou experimentando para cura :

Medo da morte :


O medo primordial, celular, determina a própria sobrevivência, o nosso cérebro segue o instintos de preservação da vida de acordo com as memórias que podem ser da nossa experimentação, da ancestralidade, da cultura e do Inconsciente individual e coletivo, ou seja, é preciso prestar atenção a esse medo, pois muitas vezes ignoramos sensações que indicam pensamentos, sentimentos e ações/reações automáticas levando o corpo mental e emocional a uma má orientação.


A Cura


Compreender isso é trazer a mente para a grandeza do Ser, sensorial e perceptivo, isso possibilita integrar a vida de forma única e especial, conectada ao Todo, e a Essência. A partir da presença no aqui e agora, fazendo parte de contextos maiores dissolve-se a separação e individualismo que desperta a consciência para a totalidade. Saber que nascemos, vivemos e morremos para compor a energia do Todo entre o céu e a Terra.


Medo do futuro :

Tem a ver com a mania de antecipação da mente, de projetar sofrimentos e erros, nossos ou do campo energético que vivemos. Com a civilização globalizada existe uma disseminação dessa filosofia ansiosa e desesperada por respostas e direções que leva a mente a ser viciada no negativo e limitante, também na individualidade e egoísmo, manifestando medos e apreensões suas, dos outros, do ambiente, das civilizações. A escassez também causa medo, a luta causa medo, a falta causa medo, etc


A cura


Está em aceitar o momento presente como único potencial de crescimento, que tudo que acontece tem uma intenção positiva para o crescimento humano e evolução da consciência.


Medo da dor física:

Esse medo é o resultado de demasiado esforço imposto ao corpo físico para viver. Sempre nos esforçamos para atender as expectativas e demandas externas, dos outros sobrecarregando assim o mental e emocional. Nos distanciamos das sensações do corpo físico e sobrecarregamos os sistemas e vivemos com medo de adoecer. e finalmente adoecemos. Não queremos sofrer, então nos esforçamos para esconder de si mesmo o desconforto que vai criando conglomerados cristalizados de energia desse medo.


A cura


Para curar esse mecanismo será preciso fazer menos, dar menos, e cuidar mais do próprio corpo físico, mental, emocional e espiritual. O sistema nervoso é o eixo central, ele reage ao raciocínio, a mente, as sensações, emoções e sentimentos, aprender como equilibrar e harmonizar isso é uma prática de cura energética em tempo real e fulltime.



Medo do fracasso :


Vivemos um tempo de medo de errar e de sermos depreciados e julgados a partir disso. É uma sociedade da competição e da comparação, parâmetros equivocados de liderança e poder que impõe um sucesso ilusório na vida. Essa forma educacional e social nos faz nos sentirmos inadequados e sujeitos a imposições doentias.


A cura -


Para curar esse medo é necessário reconhecer as virtudes e qualidades e começar a viver com base nelas, fortalecendo essas forças e recursos de maneira consciente dissolvendo os sentimentos de fracasso e inadequação.


Ou seja, ter medo da morte, do futuro, da dor física e do fracasso são parte do nosso crescimento humano, reconhecê-los e harmonizá-los é o propósito maior da existência.

As curas para convivencia com esses medos não podem ser aprendidas sem AutoConhecimento e AutoReflexão sobre a sua história pessoal.


Comece hoje a trabalhar seu MAPA DA CONSCIÊNCIA. Conheça a sua MATRIZ DE IDENTIDADE e reconheça as VIRTUDES E RECURSOS INTERNOS DO SERESSENCIAL.


Conheça a Mentoria DesignSER - Ciclo Despertar para trazer clareza mental e emocional para a sua Jornada de Autoconhecimento.




Texto Cris Ávila

Data 31.03.2021


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sobre AMAR